Adicionado ao cesto
  1. Home Brother
  2. Blog Brother Portugal
  3. Identificação
  4. 2022
  5. O que está a impulsionar a procura de impressoras industriais de etiquetas?
B44 - VDC -Leading Industrial Printer Investment Drivers_blog_header_image2340x1000

O que está a impulsionar a procura de impressoras industriais de etiquetas?

A crescente procura e dependência dos consumidores pelo comércio eletrónico provocou um aumento significativo dos volumes de etiquetagem com códigos de barras nos últimos anos. Além disso, os sistemas de serialização nos setores farmacêutico, automobilístico e de alimentos e bebidas continuam a expandir-se. Os produtos serializados promovem a consistência da cadeia de abastecimento e melhoram a visibilidade geral graças ao seguimento e à localização através dos números de série atribuídos.

Isto acontece ao mesmo tempo que os volumes de e-commerce são maiores que nunca. Não só isto, mas também o facto de os clientes exigirem entregas rápidas e pedidos em perfeitas condições. Isto leva a que as empresas de distribuição industrial se sintam cada vez mais pressionadas na hora de garantir uma etiquetagem precisa e legível, assim como garantir uma gestão eficiente devido ao aumento dos volumes de etiquetagem. Os investimentos estratégicos em tecnologia serão essenciais para melhorar a eficiência do fluxo de trabalho geral destas organizações e os índices de entrega de encomendas.

A necessidade de uma identificação única (e precisa) dos produtos e a serialização resultante, é mais importante que nunca devido aos elevados volumes de envio e receção, o que impulsiona um reaparecimento do investimento em impressoras industriais de etiquetas fiáveis para aplicações que requerem um elevado volume de impressão.

Segundo um estudo da VDC, líder global em tecnologias de identificação automática e captura de dados (AIDC), os fornecedores de impressoras industriais de etiquetas geraram receitas de mais de 670 milhões de euros em 2020 e espera-se que este mercado alcance os 840 milhões de euros em 2025.

O elevado crescimento do volume de códigos de barras impulsionará os investimentos em impressoras industriais de etiquetas, que estão desenhadas para suportar aplicações de etiquetagem em ambientes de alto rendimento. O estudo da VDC também mostra que a procura é mais forte nas empresas de produção e indústria, assim como de transporte e logística.

O que impulsiona o investimento em impressoras industriais de etiquetas?

Existem cinco fatores principais que contribuem para o aumento da procura de impressoras industriais de etiquetas:

  1. Crescente necessidade de etiquetar com códigos de barras depois da pandemia – a COVID-19 impulsionou o crescimento da venda online de todo o tipo de produtos, inclusivamente quando as cadeias de distribuição mundiais experimentaram interrupções massivas. Durante a pandemia, as empresas estiveram voltadas para o abastecimento dos pedidos online, o que provocou um maior uso das impressoras industriais de etiquetas para aplicações como o envio e a receção, gestão de inventários e ativos, assim como os requisitos das listas de preparação de pedidos e embalamento no armazém. A atividade, neste momento, é mais intensa que antes nos armazéns e centros de fulfillment ou distribuição. Contudo, é essencial para as organizações fazer um balanço do inventário, seguir o movimento dos produtos através da cadeia de distribuição e facilitar a rastreabilidade da última milha.

As empresas que participaram no relatório da VDC destacaram os seguintes tipos de etiquetas como as impulsionadoras dos volumes de etiquetagem, numa grande variedade de ambientes:

  • Produção – Etiquetas de produtos acabados (28%), etiquetas de envio (28%), etiquetas de artigos/produtos (12%);
  • Retalho – Etiquetas de artigos/produtos (40%), etiquetas de envio (16%), listas de preparação de pedidos (12%), etiquetas (12%);
  • Transporte e logística – Etiquetas de envio (56%), listas de preparação de pedidos (16%), etiquetas de artigos/produtos (8%).
B44 - VDC - Industrial printer investment drivers - blog body image chart

2. As impressoras industriais de etiquetas mantêm-se como a solução escolhida pelas cadeias de distribuição industrial – as aplicações para grandes volumes na produção e distribuição de produtos dependem, principalmente e quase exclusivamente, das impressoras industriais de etiquetas, já que têm capacidade de criar etiquetas duradouras e resistentes. O estudo da VDC, que inclui dados de organizações que instalaram este tipo de impressoras, mostra que esta classe de soluções tem um risco mínimo de avaria e oferecem uma qualidade de impressão superior e um rendimento geral mais sólido. Os aspetos a ter em conta em relação ao rendimento da impressão na hora de investir neste tipo de equipamentos, especialmente em ambientes difíceis, são:

• Qualidade de impressão – A qualidade das etiquetas é de vital importância, especialmente se tivermos em conta o elevado custo das devoluções e outras multas derivadas da ilegibilidade das etiquetas com códigos de barras ou outros erros relacionados. Os esforços de serialização, a adoção de códigos de barras que podem conter grande quantidade de informação (como GS1 DataMatrix) e a impressão de informação variável conforme a procura, fazem com que a pressão em gerar etiquetas de elevada qualidade seja cada vez maior;

• Durabilidade da impressora – Devido aos duros ambientes a que são submetidas estas impressoras, é muito importante que a estrutura das mesmas seja resistente e possa suportar diferentes situações, como o pó, a sujidade e a manipulação brusca.

3. O investimento e a instalação de impressoras industriais de etiquetas não se limita a ambientes extremos - os profissionais do setor do retalho viram os seus processos de etiquetagem a mudar drasticamente com as estratégicas omnicanal, uma vez que revolucionando os requisitos operacionais e tecnológicos. A etiquetagem de embalagens e paletes, assim como a entrega direta na loja (DSD), a criação de microcentros de distribuição e a opção de compra online e recolha na loja (BOPIS) impulsionaram a procura de impressoras industriais de etiquetas no setor do retalho. Os requisitos de etiquetagem e os volumes nos armazéns são cada vez mais elevados, o que leva as empresas deste setor a realizar investimentos estratégicos em soluções de impressão industrial de etiquetas, tanto para as lojas como para os armazéns.

4. Exigente adoção de normas – os esforços coordenados das empresas para melhorar as suas iniciativas de rastreabilidade e cumprimento das normas dos clientes, do governo e da indústria, que mudam constantemente, impulsionaram a adoção e o crescimento das impressoras industriais de etiquetas. Juntamente com as aplicações de software pertinentes, estes investimentos ajudarão a automatizar o processo de etiquetagem para minimizar os erros e o incumprimento normativo.

5. Preços mais acessíveis – Os fabricantes de impressoras industriais aumentaram a sua carteira de produtos para oferecer também opções de gama média, com o objetivo de que as empresas tenham diferentes alternativas.

As impressoras industriais de etiquetas vieram para ficar

Nenhum equipamento é uma solução completa só por si. O risco de erros na etiquetagem aumenta com a dependência das bases de dados estáticas e/ou os modelos de etiquetas, especialmente porque existe um desafio na hora de editar, gerir e atualizar várias versões, o que em última instância conduz a erros de etiquetagem. A etiquetagem é agora fundamental na gestão geral da cadeia de distribuição e na rastreabilidade das empresas, o que faz com que se faça maior finca-pé na automatização da etiquetagem, com a integração certificada em fontes de veracidade dos dados – tais como diversos sistemas aplicações empresariais. Há um maior empenho das organizações em resolver os seus problemas de visibilidade – desde o aprovisionamento de matérias-primas até à produção e à distribuição global –, e estão a dar importantes passos para obter uma melhor informação sobre o movimento dos produtos ao longo da cadeia de distribuição. À medida que as normas de rastreabilidade forem mais estritas em todos os setores, as empresas irão procurar mais soluções dinâmicas que se possam integrar com diversos sistemas para promover a colaboração e a coesão entre as sedes que tenham distribuídas por todo o mundo. A globalização está a transformar a forma como as empresas vêem os investimentos tecnológicos. Agora necessitam de uma impressora de etiquetas como ponto de impressão fixo e robusta que possa suportar os ritmos dos ambientes industriais e por isso avaliarão sempre as opções existentes em função da sua capacidade para imprimir milhares de etiquetas por dia no caso de elevados volumes de trabalho. As expectativas de entregas rápidas dos consumidores também impulsionarão a necessidade de investir em soluções de impressão de etiquetas dinâmicas e de elevado volume para garantir o seguimento, a precisão do inventário e a visibilidade de ponta a ponta na última milha.

Mais de Identificação

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').