Adicionado ao cesto
  1. Home
  2. Blog Brother Portugal
  3. Impressão
  4. 2020
  5. Conselhos para escolher o papel mais adequado que necessita para imprimir
Como escolher o seu papel para imprimir

Conselhos para escolher o papel mais adequado que necessita para imprimir

Tenha em conta que o papel é um elemento importante, sem ele de pouco servem os consumíveis e até as próprias impressoras. Como tal é necessário utilizar um bom papel, saber qual é mais indicado para cada caso e como se comportam os equipamentos com cada um deles para obter as melhores impressões possíveis.

Para começar, como sabe existem múltiplas referências de papel. O mais utilizado na Europa é o DIN 476, também conhecido por ISO 216, norma adotada pela maioria dos países europeus a partir de 1950. O sistema de formatos de papel começa com o formato A0 (um metro quadrado de superfície, de tamanho 841×1189 mm), e para passar aos tamanhos seguintes basta ter em conta a seguinte relação: o lado mais curto passa a ser o mais comprido do formato imediatamente inferior. Assim teremos os formatos A1, A2, A3, A4, A5, A6, A7 e A8.

Agora, quantos tipos de papel existem? Depende da gramagem. O papel de uso comum é composto de celulose, algodão e outras fibras. Quanto maior for a percentagem de celulose, maior será a qualidade do papel; se a percentagem de algodão for maior a sua estrutura será mais estável e se o que estiver em maioria forem as fibras então a qualidade do papel será menor. Por isso temos Papel Normal: (75 -100 g/m2.), Papel Bond ou alta qualidade (mesma gramagem que o papel normal embora com mas celulose),  Papel Fino (menos quantidade de celulose e algodão, gramagem de 60-70g/m2), Papel grosso (até 140 g/m2), Papel muito grosso (até 165 g/m2), Cartolina (até 220 g/m2),  Cartão (até 300 g/m2) e Envelopes (a superfície mais complexa de papel, quatro camadas dobradas sobre 1 ou 2 pontos).

Por outro lado, quando comprar papel para imprimir veja se é liso e o brilho. Para ter as duas qualidades existem acabamentos fundamentais: acetinado (mate) e glossy (brilho). Os primeiros podem ser utilizados quer em equipamentos laser quer de tinta e são os mais utilizados nos ambientes de escritório. O Glossy utiliza-se mais para a impressão de fotografias em equipamentos de jato de tinta, por isso nunca se deve usar em equipamentos laser ou de toner, pois a sua superfície seria derretida ao passar pelo fusor.

Não deve também descartar o papel reciclado, que tem as mesmas propriedades que o papel de escritório normal e no que se refere à estrutura à acetinado, embora difira na brancura e na origem da matéria prima, que não é mais do que material recuperado e branqueado sem poluentes.

De qualquer forma, seja qual for a classe de papel que utilize para imprimir, tente ser consistente com o seu uso. Relembre-se que fabricar uma folha de papel consome mais energia que imprimir sobre ela. Por isso, não é pior se seguir estes conselhos:

  • Use a impressão em frente e verso em vez de utilizar duas folhas de papel;
  • Use principalmente papel reciclado ou ecológico;
  • Reciclar todo o papel que pretende, mas sem deixar de lado a confidencialidade dos dados que contenham;
  • Existem muitos usos posteriores para o papel além do uso normal de escritório;
  • E lembre-se sempre: imprima apenas o que necessita.

Mais de Impressão

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').