Adicionado ao cesto
  1. Home
  2. Blog Brother Portugal
  3. Transformação digital
  4. 2020
  5. Híper conectividade, interação à la carte
Híper conectividade, interação à la carte

Híper conectividade, interação à la carte

Vivemos na era da híper conectividade. O fenómeno, que surgiu da convergência da informática e das telecomunicações que é a Internet, expandiu-se mundialmente transformando o modo como nos comunicamos, nos relacionamos, compramos ou trabalhamos. Adicionando o acelerado aumento na venda de dispositivos inteligentes conectados, que evolui globalmente a um ritmo de 20% segundo o Relatório Mobile em Espanha e no Mundo 2018 da Ditrendia, que forçou a transição da conhecida sociedade da informação à iniciante sociedade cognitiva.

Mas, o que é exatamente a híper conectividade? É o termo utilizado para designar os diversos dispositivos, infraestruturas, plataformas e aplicações que facilitam o acesso em tempo real a todas essas interações humanas. Num cenário híper conectado, smartphones, portáteis e tablets, atuam como suportes de mensagens instantâneas, redes sociais, correio eletrónico ou aplicações que, além de nos aproximarem, abrem uma janela global à troca de informação, ideias e opiniões. Do mesmo modo, a gradual incorporação de tecnologias de inteligência artificial (AI) e Internet das Coisas (IoT) aproximam-nos a novas experiências de conectividade como as cidades inteligentes, a indústria 4.0, os carros autónomos ou telemedicina.

O poder da conexão

Graças à híper conetividade estão-se a conectar pessoas com pessoas, pessoas com objetos e também estes entre si. Tudo é suscetível de se conectar. A Gartner prevê que haverá 20.400 milhões de dispositivos conectados em 2020, que vão usar os dados para facilitar aos utilizadores o acesso a conteúdos inovadores, tanto a nível pessoal como no âmbito empresarial.

De uma perspetiva profissional, a híper conectividade oferece uma infinidade de benefícios que, sem dúvida, contribuem para acrescentar valor aquelas empresas que estão a passar pela transformação digital. Por exemplo, a possibilidade de trabalhar a partir de casa ou enquanto viaja, acedendo desde qualquer dispositivo aos mesmos serviços, aplicações e níveis de segurança do que se estivesse fisicamente no tradicional posto de trabalho, representa um avanço qualitativo que se repercute na eficiência corporativa. O simples facto de evitar deslocações, com as consequentes poupanças - em tempo e dinheiro – e a redução de emissões de CO2 para a atmosfera, já supõe um extra que resulta na otimização de processos e, por isso, no bom andamento da empresa.

Porém, conectar milhões de dispositivos inteligentes exige reforçar os níveis de segurança das infraestruturas - sistemas, impressoras e redes – com o objetivo de conseguir defender a produtividade da empresa. Aproveitar a capacidade da híper conectividade da organização permite otimizar e agilizar os processos, acelerar a transformação digital e, por isso, a capacidade de inovação, que pode marcar a diferença entre o sucesso e o fracasso de qualquer projeto. No caso, por exemplo, da equipas comerciais ou colaboradores de empresas de transporte e distribuição, a híper conectividade aporta um plus de flexibilidade que contribui positivamente na melhora da eficiência e da produtividade geral da empresa.

Impressoras, conectadas à inteligência

A chegada da mobilidade e da cloud às empresas permitiu que as impressoras funcionem como autênticas estações de trabalho, através de aplicações descarregáveis. As impressoras conectadas estão a contribuir para a modernização das tarefas no escritório, gerindo desde um pedido de consumíveis à intervenção do departamento técnico.

Considerados elementos chave para o desenvolvimento do negócio, os equipamentos de impressão conectam-se de forma segura a outras plataformas, oferecendo, por exemplo: conectividade a software de terceiros, a possibilidade de imprimir ou digitalizar desde dispositivos móveis com tecnologia sem fios ou a opção de partilhar e editar imagens a partir do próprio equipamento. E esta tendência será reforçada, já que os especialistas preveem que os equipamentos de impressão continuem a adquirir peso nos escritórios, trazendo mais funções inovadoras capazes de enfrentar a gestão de fluxos de trabalho das empresas do século XXI.

Mais de Transformação digital

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').