1. Home Brother
  2. Blog Brother Portugal
  3. Transformação digital
  4. 2023
  5. Porque é que o setor das TI é o mais bem preparado para o trabalho híbrido?
B2308banner

Porque é que o setor das TI é o mais bem preparado para o trabalho híbrido?

O trabalho híbrido converteu-se numa prática habitual em toda a Europa, mas algumas empresas têm dificuldade em implementá-lo. Porquê? Verificámos a forma como o setor das TI e aqueles que nele trabalham se prepararam melhor para esta mudança sísmica nas práticas de trabalho e que lições podem ser retiradas.

 

Muitos responsáveis de TI estão agora a gerir equipas de trabalho híbridas, mas: será que foi uma transição mais fácil do que o esperado? O que está a impulsionar a sua popularidade na Europa?

 

O nosso estudo prevê que a ocupação nos escritórios alcançará o seu auge este ano. Estamos a ver como muitas empresas reduzem o espaço de escritório à medida que os contratos de arrendamento vão terminando ou renovando. No futuro, o trabalho flexível, especialmente popular em Espanha, Reino Unido e Itália, irá converter-se na norma para a maioria das empresas”, afirma Mick Heys, VP, Future of WorkSpace & Imaging da IDC.

 

Depois do fenómeno da Grande Reorganização derivado da pandemia, o trabalho híbrido vai ser mais popular do que nunca. Já é o normal para milhões de trabalhadores e uma forma aceite (e às vezes esperada) de trabalhar. A possibilidade de o fazer à distância, sem deixar de se sentir conectado a um escritório físico, parece ser o método preferido de trabalho para muitos, especialmente os que desempenham funções de TI ou em negócios tecnológicos.

 

Os informáticos, os primeiros a adotar o trabalho híbrido

 

Os informáticos estão a prosperar neste novo mundo de trabalho híbrido, nomeadamente devido à facilidade de transição.

 

Por exemplo, o questionário Hybrid Working Survey 2023 da Brother, realizado a 1.385 pessoas, revelou que 59% dos entrevistados dos setores de TI e comunicações combinam o trabalho no escritório e em casa. Este valor é o segundo mais alto de todos os setores entrevistados, depois da área de Finanças e Serviços Profissionais, com 62%. Quando se lhes perguntou que probabilidade havia de que isto mudasse no futuro, 68% dos entrevistados do setor das TI responderam que nenhuma. Isto mostra um futuro positivo do trabalho híbrido para as equipas de TI, uma vez que têm noção das vantagens disso e não querem olhar para trás.

 

Além disso, os entrevistados do setor das TI mostraram-se mais positivos sobre a adaptação da sua empresa ao trabalho híbrido, em comparação com outros setores, com 45% a classificá-lo de Bom e 25% de Excelente.

 

Embora o trabalho híbrido tenha aspetos claramente positivos, como uma melhor conciliação da vida laboral e pessoal, também traz desafios, como dispor da configuração adequada para um trabalho à distância eficaz.

 

Segundo a Microsoft, tudo se reduz a que “os colaboradores repensem o que é mais valioso para eles e votem com pés e cabeça”.

 

B2308_blog body image

Porque é que os informáticos mudaram para o trabalho híbrido

 

Segundo esta análise, 64% dos trabalhadores de TI declarou que o trabalho híbrido ou à distância faz parte da política da empresa. Isto demonstra que o setor respondeu bem à mudança das práticas laborais e se comprometeu em oferecer a flexibilidade no futuro. Também mostra que o setor das TI tem uma maior capacidade para fazer frente ao trabalho híbrido, já que os desafios anteriores, como a gestão de múltiplos sistemas externos, moldaram a sua experiência para facilitar a transição.

 

Além disso, os responsáveis de TI já se sentiam cómodos com uma forma de trabalhar mais descentralizada. Por exemplo, antes da pandemia era habitual que estas equipas prestassem assistência aos colegas de diferentes localizações. Isto incluía partilhar ecrã para solucionar problemas com os portáteis ou utilizar o acesso remoto para autorizações de administrador. É provável que isto tenha tido um impacto significativo, já que os colaboradores de TI se sentiam mais confortáveis com uma configuração descentralizada e conectando-se com colegas através de sistemas de acesso remoto.

 

Os serviços partilhados são um bom exemplo disso, já que os departamentos informáticos trabalham a partir de um local enquanto prestam assistência a colegas e clientes situados noutros locais. Embora não seja um exemplo exato do trabalho híbrido, sugere que os profissionais de TI estão mais bem preparados do que outras equipas para prosperar num novo ambiente descentralizado. Os centros de serviços partilhados permitiam aos responsáveis de TI ver a configuração técnica de toda a empresa, assim como manter e solucionar problemas à distância. Também costumavam assumir a liderança da cibersegurança numa rede distribuída, todas elas competências necessárias para o sucesso do trabalho híbrido e que agora os ajudam a prosperar.

 

Também se observa que muitos dos que trabalham em TI estão mais familiarizados com as ferramentas de colaboração, como o ecrã partilhado e a videoconferência, devido à natureza da sua função. O acesso remoto às máquinas e o software de seguimento também se utilizam muito entre os programadores de software e os técnicos de suporte informático.

 

O que pensam outros responsáveis de TI

 

No entanto, a exposição a uma rede distribuída não é a única resposta. Os líderes de TI também destacam que no trabalho híbrido o sucesso se baseia em resultados e não nas horas.

 

Neha Naik, CEO de RecruitGyan explica que “enquanto os colaboradores cumprirem os objetivos e entregarem projetos de alta qualidade a tempo, não deveria importar se lhes ocupou as 40 horas da semana a consegui-lo”.

 

Alvaro Sanchez Galvin, Head of Software Engineering de BIP Solutions, está de acordo. Na sua opinião, “creio que o trabalho híbrido melhorou o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal para os profissionais de TI, sem comprometer a produtividade nem a concentração. Esta é a principal razão pela qual os departamentos de TI se adaptaram tão bem, porque desde cedo começaram a ver os benefícios por si mesmos. O tipo de trabalho também é algo que ajuda: para o desempenhar a única coisa que necessitamos é de um computador e uma banda larga, o que nos ajudou a mudar rapidamente para esta nova realidade”.

 

O sucesso do trabalho híbrido também depende de contar com o dispositivo adequado, tanto em casa como no escritório. Como vimos, o local de trabalho está a mudar. Veja como o Workplace by Brother está a ajudar os profissionais de TI a oferecer experiências de trabalho fluídas para os colegas que trabalham em qualquer ambiente.

Mais de Transformação digital

Também lhe pode interessar...

Volta ao inicio