Adicionado ao cesto
  1. Home
  2. Blog Brother Portugal
  3. Identificação
  4. 2020
  5. Como reabrir as lojas de forma segura através da identificação
Impressoras de etiquetas Brother para lojas

Como reabrir as lojas de forma segura através da identificação

Depois de mais de dois meses passados desde que se decretou o estado de alarme, nós, cidadãos, habituámo-nos a respeitar as distâncias de segurança em espaços como o supermercado ou a farmácia.

Com o começo do período de desconfinamento, a distância social continua a ser uma prioridade para proteger a saúde, pelo que continuamos a ter que procurar manter os espaços de separação num leque muito maior de comércios, como restaurantes, lojas, etc.

Em paralelo, aumenta a complexidade na regulamentação da sinalização, o que obriga os estabelecimentos de todo o tipo a rotular e comunicar com clareza aos seus clientes as novas normas de convivência, além de reagir com muita agilidade às alterações dessas mesmas normas.

Estas medidas não são apenas uma recomendação, mas sim uma obrigação. Se analisarmos os comunicados do estado, os estabelecimentos e locais com abertura ao público devem cumprir medidas no âmbito da higiene e também em matéria de capacidade, que devem ser comunicadas através de uma sinalização informativa visível aos consumidores ou divulgadas por altifalantes.

Para estes comércios, cumprir a normativa atual e serem ágeis no que diz respeito às suas modificações pode ser uma tarefa simples se contarem com uma tecnologia que lhes facilite a sinalização do seu espaço.

Como sinalizar um local de comércio perante o desconfinamento

O que é necessário?

A principal necessidade para poder criar sinaléticas no local é uma impressora de etiquetas. Existe uma ampla variedade de equipamentos com diferentes características, mas se apenas pretende criar cartazes ou sinaléticas, não necessita fazer um grande investimento económico. Além de que, a sua utilização não se limita à situação atual e pode tirar grande partido no futuro para qualquer negócio no setor do retalho, como a sinalização de promoções em período de saldos.

As impressoras de etiquetas permitem criar etiquetas personalizadas em diferentes tamanhos. Desta maneira, obtém-se maior flexibilidade e versatilidade para criar indicações mais visíveis para os clientes que entram no espaço.

Por outro lado, além do equipamento de impressão, são também necessários consumíveis, ou seja, as etiquetas que forem mais adequadas para cada necessidade. Existe no mercado uma variedade considerável de larguras e cores como o branco, transparente ou o amarelo, que ajudarão a destacar melhor a mensagem, ou então imprimir a vermelho para chamar a atenção do cliente sobre o mais importante. O comprimento não é um problema, uma vez que este pode ser personalizado também com o cortador automático de série neste tipo de dispositivos.

Para quê usar etiquetas num comércio?

  • Sinalizar a distância de segurança entre as filas. Estamos acostumados a fazer fila sem reservar nenhum espaço em concreto dos restantes consumidores, mas de acordo com as novas normas, o ideal é manter pelo menos uma distância de 2 metros entre pessoas. Num espaço comercial, é possível facilitar o cumprimento desta medida colando no solo uma etiqueta que marque a distância de segurança que devem guardar os clientes;
  • Sinalização de zonas de separação. Em certos locais, como os restaurantes, deve existir uma separação entre as mesas para evitar que os clientes estejam demasiado juntos. Isto pode-se extrapolar a outros lugares onde se podem concentrar grupos de pessoas. Com as etiquetas adequadas, podem-se delimitar os espaços de ocupação para cumprir esse afastamento, garantindo a manutenção da distância de segurança e melhorando o controlo de acesso das pessoas para evitar qualquer aglomeração;
  • Sinalização dos produtos desinfetantes. Para cumprir as medidas de higiene adequadas, muitos espaço optam por oferecer aos seus clientes luvas ou gel desinfetante. Mediante uma sinalização com etiquetas é possível melhorar a sua visibilidade, indicando o ponto em que se encontram, além de recomendar a sua utilização através de cartazes;
  • Informar os clientes das normativas do local. As etiquetas permitem criar cartazes informativos adaptados às características do negócio. É possível informar as normas a seguir dentro do local, por exemplo, se é obrigatório entrar com máscara e/ou luvas, ou fazer recomendações de segurança aos clientes, assim como alertá-los para que guardem a distância de segurança de outros consumidores enquanto realizam as suas compras.

O uso de etiquetas para sinalizar lojas ou outros espaços de comércio pode-se estender a muitos aspetos. Além disso, a versatilidade deste tipo de soluções favorece a troca rápida das sinaléticas e sem supor um custo elevado para o proprietário.

Mais de Identificação

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').