Adicionado ao cesto
  1. Home
  2. Blog Brother Portugal
  3. Impressão
  4. 2020
  5. 10 conselhos de compra em situação de teletrabalho I
10 conselhos Brother de compra em situação de teletrabalho

10 conselhos de compra em situação de teletrabalho I

O desenvolvimento da tecnologia permitiu que cada vez mais profissionais possam trabalhar a partir de qualquer lugar, o que popularizou o trabalho em mobilidade e o teletrabalho em muitas empresas.

Além disso, a situação atual de confinamento devido à expansão do Covid-19 obrigou uma grande quantidade de trabalhadores a transferir o seu posto de trabalho para o seu domicílio. Muitos deles sempre desenvolveram a sua atividade num escritório físico e, por isso, encontraram-se agora numa conjuntura de terem que adaptar a sua casa para poderem realizar as suas tarefas do dia a dia de forma telemática. Adicionalmente, temos a suspensão das aulas escolares, que levou a que pais e filhos tenham que efetuar as suas tarefas diárias com os seus próprios recursos domésticos.

Tudo isto tornou ainda mais evidente a importância do uso de papel para processos que antes se faziam no escritório e agora são feitos em casa. Por um lado, o papel ajuda-nos a ler e analisar de uma forma mais simples a informação e, como tal, a melhorar a toma de decisões.

Por outro lado, muitos trabalhadores e estudantes continuaram a ter a necessidade de digitalizar informação em papel como, por exemplo, documentos que tenham que estar assinados ou validados de forma manual.

Por todos estes motivos, agora muitas famílias estão a planear a compra de impressoras, multifunções ou scanners que lhes permitam trabalhar ou estudar sem perder rendimento desde suas casas.

Se está a pensar em adquirir um equipamento de impressão para casa e tem dúvidas de qual é o mais indicado para a sua situação, dizemos-lhe de seguida quais são as características que deve ter em conta para conseguir o equipamento ideal nestas circunstâncias.

O que deve ter em conta ao escolher um equipamento de impressão para teletrabalhar?

1. Flexibilidade no uso de consumíveis. Os consumíveis são um elemento essencial de qualquer impressora, quer sejam cartuchos de tinta ou toner. Por isso, um equipamento que seja flexível neste ponto pode ajudar a poupar, reduzir a necessidade de reposição de consumíveis e ser mais eficiente. Há três aspetos a ter em conta:

  • Consumíveis de alta capacidade - Os consumíveis XL são cartuchos com maior capacidade de tinta ou toner e, portanto, que têm uma duração mais extensa. A sua utilização aumenta o tempo entre substituições e evita as interrupções para trocar o mesmo, melhorando a produtividade;
  • Consumíveis independentes – Na hora de imprimir, não usamos todas as cores da mesma forma, por isso é melhor optar por um equipamento que permita substituir os consumíveis de forma independente. Desta maneira, apenas tem que substituir o consumível da cor que terminou, em vez de comprar um novo pack completo;
  • Opções para a otimização dos consumíveis – Os equipamentos que permitem escolher o modo de impressão como o “modo rascunho” e/ou “modo preto e branco”, efetuam uma melhor gestão dos consumíveis, além de possibilitarem a impressão apenas a preto se terminarem os consumíveis e cor.

2. Baixo nível de ruido. Ao trabalhar desde casa, existem muitas mais distrações que no escritório e uma das perturbações que mais afeta a concentração é o excesso de ruído. Por esse motivo, uma boa opção é escolher equipamentos com um nível de ruído baixo, inferior a 50dB e, inclusivamente, que incluam um modo silêncio que ajude a criar um ambiente aprazível enquanto se trabalha e assim não perturbar os restantes habitantes da casa.

3. Frente e verso automático. Esta função permite aproveitar os dois lados do papel de forma rápida e simples. Ao reduzir os gastos em papel, os documentos ocupam menos espaço e otimiza-se o seu uso, permitindo tirar mais partido de uma resma de folhas, algo a ter muito em conta se teletrabalha. Se o que pretende é adquirir um equipamento multifunções, o frente e verso automático em todas as funções - duplex na digitalização, impressão e cópia - permite também poupar tempo e ser ainda mais eficiente quando se digitaliza ou copia.

4. Opções de conectividade. Um equipamento que permita trabalhar com conexão WiFi e/ou WiFi Direct evita ter mais cabos em casa. Com uma conexão móvel pode, não só, utilizar um equipamento através do computador, mas também, a partir do seu próprio smartphone ou tablet, aportando uma flexibilidade extra durante o teletrabalho.

5. Visor tátil e ADF. Estas características permitem usar de uma maneira mais simples o equipamento e ganhar eficiência, especialmente o Alimentador Automático de Documentos (ADF), graças ao qual pode digitalizar, copiar ou enviar por fax documentos de várias páginas de forma automática, sem ter que as colocar uma a uma.

Estas são algumas características que pode ter em conta na hora de comprar um equipamento para teletrabalhar desde casa, mais ainda temos mais 5 conselhos que deve considerar e que podem tornar o seu dia a dia mais produtivo. Contamos-lhe no próximo post.

Mais de Impressão

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').