Adicionado ao cesto
  1. Home Brother
  2. Blog Brother Portugal
  3. Impressão
  4. 2021
  5. Como a digitalização afeta a impressão? Damos-lhe todas as informações
FY22_BPT_Como a digitalizao afeta a impresso

Como a digitalização afeta a impressão? Damos-lhe todas as informações

Como todos sabemos, a impressão é um processo implícito na digitalização. Tanto, que, nos últimos dez anos, a forma como é utilizada a impressão, tanto em casa como nas empresas, mudou radicalmente, e mais ainda em tempos de pandemia. Mas em que consiste esta transformação? Uma das grandes mudanças diz respeito ao que imprimimos e como imprimimos. Se anteriormente imprimíamos grandes quantidades de papéis, agora imprimimos um maior número de documentos, mas com um menor número de páginas cada um.

Além disso, como consequência direta da digitalização, os equipamentos multifunções são mais procurados que as impressoras, com uma preferência do utilizador cada vez maior para a digitalização. Além disso, após o regresso aos escritórios depois do confinamento, as empresas optaram por evitar a confluência de muitas pessoas num único ponto de impressão, pelo que os equipamentos A4, mais compactos e em maior número, substituíram as clássicas e sempre concorridas copiadoras A3 de corredor.

Então… os equipamentos de impressão já são coisa do passado?

Errado.  Muito pelo contrário.  Precisamente devido a este mundo cada vez mais digitalizado em que vivemos, tivemos de nos adaptar a esta nova tendência através da adoção de novas tecnologias e é aqui que equipamentos como scanners de documentos, preparados para digitalizar a documentação de empresas, PMEs e freelancers, desempenham um papel cada vez mais predominante. É claro que o conceito de "impressão" já não existe como o conhecíamos nos velhos tempos.

Os novos hábitos de consumo e a hiper conectividade a que estamos expostos, provocaram uma nova tendência rumo à integração de cada vez mais funcionalidades relacionadas com a Internet das coisas. Por exemplo, facilitar e melhorar a conexão a redes WiFi, otimizar a funcionalidade desde os dispositivos móveis para que a experiência do utilizador seja cada vez mais equiparável à de trabalhar com um PC ou, inclusivamente, a conexão com a nuvem ou as redes virtuais, entre outras. E, sobretudo, sem nunca descuidar um dos maiores desafios deste mundo cada vez mais digitalizado: a ciber segurança. Já que um dos perigos mais eminentes desta realidade tão interconectada, do ioT e da inteligência artificial, é precisamente a vulnerabilidade dos sistemas informáticos perante possíveis hackers. Como tal, é fundamental proteger e codificar a informação destas ciber ameaças para gerar a confiança dos utilizadores, estejam onde estiverem, quer seja no escritório, em casa ou em mobilidade. (Pode encontrar mais informação sobre ciber segurança aqui).

A impressora do futuro

E para onde vamos? Como serão as impressoras do futuro? Bem... embora sonhar seja grátis, não é utópico imaginar que dentro de cinco anos (ou ainda menos) estaremos a pedir à impressora por voz para imprimir, por exemplo, o menu para a cantina escolar dos nossos filhos. (Algo que, certamente, já podemos realizar através do assistente do nosso smartphone, já experimentaram?). Num futuro um pouco mais longínquo, em dez anos, aproximadamente, pode ser que os equipamentos de impressão contem com um assistente virtual que nos ofereça avisos inteligentes, como dispor de informação nova e que além disso interatue connosco para que possamos escolher em que dispositivos desejamos visualizar essa informação. Se a queremos ver na televisão, nos nossos óculos inteligentes, num espelho inteligente, etc., e que podemos dar-lhes diferentes ordens por voz, como a de imprimir, por exemplo, entre outras muitas vantagens. Seja como for, a única coisa que está clara é que os equipamentos de impressão chegaram às nossas vidas para ficar.

Mais de Impressão

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').