Adicionado ao cesto
  1. Home
  2. Blog Brother Portugal
  3. Impressão
  4. 2020
  5. Corporate Office in Home Office
Corporate Office in Home Office

Corporate Office in Home Office

Já há alguns meses, que muitos de nós fomos forçados a mudar o nosso local de trabalho. Somos aqueles que têm a possibilidade de poder realizar o trabalho a partir de casa e, ao mesmo tempo, continuar a fazer parte de uma grande empresa, é um modelo diferente, com o seu próprio carácter. Nasce um novo conceito de ambiente de trabalho: o trabalhador empresarial no seu escritório em casa, aquilo a que chamámos COHO (Corporate Office in Home Office).

Este novo ambiente tem necessidades semelhantes às que podemos encontrar num escritório e os colaboradores, através dos departamentos de TI, devem dispor de todos os recursos para o melhor desempenho do seu trabalho. Cabe-nos a nós adaptarmo-nos e seguir todos os conselhos ao nosso alcance para nos conseguirmos adaptar com sucesso a esta situação.

Comecemos com o ambiente, que devemos tentar que seja o mais saudável possível. Ou seja, ventilado, com luz natural e um assento que nos permita manter uma postura adequada para o nosso pescoço e ombros. Se não podemos ter uma cadeira ergonómica, vamos procurar uma almofada que nos ajude a manter as costas direitas e algum livro ou caixa que coloque o teclado à altura certa, para que os nossos braços fiquem alinhados com os pulsos, e a nossa visão não seja obrigada a descer ou a subir demasiado, forçando assim o nosso pescoço.

Continuemos para o horário: reservar as horas do dia dedicadas ao trabalho pode parecer óbvio, mas não é tão fácil quando, agora, se está 'sempre presente' para chefes, colegas, fornecedores, clientes..., e quando as obrigações familiares ou as tarefas domésticas estão mais próximas do que nunca, literalmente. O melhor, é fazer pausas de poucas em poucas horas, e reservar o tempo livre para nós (leitura, desporto, música ou simplesmente estar à janela e deixar a mente vaguear). Ficou provado que desta forma a concentração e a produtividade aumentam exponencialmente.

De seguida, mas não menos importante, é fundamental ter o equipamento certo. Vejamos alguns dos elementos de que precisamos:

  • PC ou portátil: Se já tínhamos um pessoal em casa (mais destinado a uso doméstico), podemos agora ter de comprar outro. Há que ter em conta o espaço que temos e a capacidade gráfica que vamos precisar - um arquiteto não tem as mesmas necessidades que um operador de telemarketing, por exemplo. E pensemos que, talvez a médio ou longo prazo, vamos continuar a teletrabalhar, com este, que será o nosso companheiro mais habitual;
  • Periféricos: Neste momento, para além do habitual rato - ergonómico e sem fios, se possível - é essencial ter um bom auricular com um microfone que nos permita, por um lado, isolarmo-nos para que a concentração seja mais fácil e, por outro lado, atender às dezenas de chamadas e videoconferências que se realizam nos dias de hoje;
  • Impressora ou MFC: Dependendo da nossa posição, pode ser mais ou menos importante ter uma impressora e um scanner para desempenhar as nossas funções da forma mais profissional. Para algumas funções, tais como gestores de recursos humanos, gestores financeiros ou pessoas responsáveis pela aprovação de contratos, ainda é necessário um carimbo ou uma assinatura manuscrita. Noutros, o envio de documentos digitalizados pode ser bastante comum. Ou talvez a nossa tarefa seja apenas receber o correio e encaminhá-lo, função para a qual será importante ter um equipamento que permita a impressão de etiquetas de endereço. Se ainda não temos um equipamentos destes em casa, é altura de procurar aquele que melhor se adapta às nossas necessidades, e que, seguramente, também será útil para as tarefas dos mais pequenos!

Por último, não nos podemos esquecer da segurança. A nossa rede doméstica muitas vezes não tem o mesmo nível de proteção que a da nossa empresa. Se nos estamos a ligar a ela através da VPN, temos que ser rigorosos com o controlo das nossas chaves (não deixar ligado quando não estamos a utilizar) e não utilizar estas redes para outros usos. Por isso, é o momento de verificarmos a nossa conexão. Em alguns lares, há várias pessoas a trabalhar ao mesmo tempo. Vários computadores e vários telemóveis ao mesmo tempo a fazer videoconferências, a descarregar documentos... E tudo isto, ligados à rede segura da nossa empresa, com as restrições que isto implica em termos de autenticação ou velocidade. Não podemos permitir que a ligação falhe durante uma reunião importante ou quando estamos a enviar faturas ou documentos sensíveis, certo?

É tempo de repensar o nosso plano de dados ou pedir à nossa empresa que nos forneça um, para podermos aumentar a largura de banda e assegurar a nossa ligação de fibra ou wireless. Recordemos que muitos dos equipamentos que utilizamos hoje, tais como os multifuncionais com conectividade - que facilitam a possibilidade de partilhar documentos na nuvem entre diferentes pessoas da mesma empresa - incorporam sistemas que permitem mesmo que o telemóvel seja utilizado como dispositivo de autenticação para entrar diretamente no scanner ou no equipamento do escritório. Vamos tirar partido disso!

Vamos aplicar, em resumo, o senso comum e a tecnologia fará com que tudo seja mais fácil. Não sabemos se estaremos novamente confinados, o que sabemos, é que o teletrabalho está aqui para ficar.

Mais de Impressão

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').