Adicionado ao cesto
  1. Home
  2. Blog Brother Portugal
  3. Transformação digital
  4. 2020
  5. Rumo à Sociedade do Conhecimento
Rumo à Sociedade do Conhecimento com Brother

Rumo à Sociedade do Conhecimento

Já passou mais de um século desde que A. Graham Bell, G. Marconi e J. L. Baird inventaram o telefone, a rádio e a televisão. Embora ainda com muita saúde, estes três sistemas que mais contribuíram para a disseminação da informação e comunicação entre as pessoas, foram amplamente superados pelas centenas de habilidades em informática, comunicações e internet. Um trio revolucionário que, tal como aconteceu com os antecessores, passaram a ser os protagonistas da última e maior transformação sociocultural e económica na história da humanidade.

Vivemos na era do Conhecimento, uma etapa que irá evoluir rumo a um modelo que vai mais além da digitalização da informação e do alcance mundial das comunicações para destacar o conjunto formado pela inovação, dados e talento. A sociedade cognitiva promove a existência de uma coletividade mais competente, instruída e eficaz, na qual os indivíduos estão preparados para tomar decisões com o conhecimento suficiente para reduzir incertezas, evitar erros e agilizar tarefas.

A base da Sociedade do Conhecimento são os dados, em combinação com certas técnicas, como inteligência artificial, machine learning, sensores da IoT, chatbots ou impressão 3D, que se transformarão em peças fundamentais para o aparecimento das cidades inteligentes, carros autónomos, biotecnologia ou telemedicina.

Sem dados, nenhum dos ditos fenómenos seria possível porque esses são a base da sua inteligência. Tudo produz, regista e utiliza dados. O nosso smartphone, o nosso computador pessoal, as nossas pesquisas na internet, os nosso bilhetes de transportes, o nosso cartão de crédito ou o nosso relógio inteligente, estão constantemente a gerar dados que, convenientemente analisados, oferecem uma informação muito rica a quem, por diferentes motivos, interatuar connosco. Esta rastreabilidade de perfis é puro ouro para empresas que procuram impactar-nos com as suas mensagens ou aproximar-nos dos seus produtos e serviços.

Dados e conhecimento, tudo em conjunto

Analisando e interrelacionando com inteligência cada dado, o novo petróleo do século XXI, é possível converter informação, ao princípio, desarticulada em conhecimentos tremendamente úteis. Chegámos assim à inteligência cognitiva, que aplica técnicas de inteligência artificial à analise de dados para gerar respostas inovadoras em qualquer âmbito, desde o Urbanismo, à Saúde, à Educação ou ao Transporte e à Energia.

Chatbots, que aproximam as marcas dos seus clientes e que permitem saber mais sobre as suas preferências ou necessidades; técnicas de inteligência artificial que fornecem dados desconhecidos ao desenvolvimento do negócio; ou tecnologias, como blockchain, que concedem transparência e fiabilidade às transações, transcendem o puro âmbito da informação para subir um patamar e se converterem numa inesgotável fonte de conhecimento.

O âmbito da impressão também aporta qualquer coisa ao impulso desta nova sociedade digital. Com a gestão documental, peça chave das estratégias de transformação corporativas, as empresas administram de modo eficiente enormes quantidades de informação, contribuindo para uma melhor toma de decisões.

O futuro já está aqui

Na Sociedade do Conhecimento para a qual avançamos, os processos serão agilizados, desaparecerão certas tarefas e surgirão outras realmente inovadoras. Por exemplo, o ensino à distância está a transformar o modo de transmitir conhecimentos e de aprender; os investigadores poderão trocar entre si enormes volumes de dados quase em tempo real; as empresas de serviços - luz, água ou gás – poderão gerir melhor os seus picos e a implementação nas cidades de sensores permitirá habilitar mecanismos dirigidos à redução dos níveis de contaminação ou a gerir melhor os tráfegos e também a agilizar o trabalho dos serviços de emergência. Os carros conectados e autónomos circularão graças à informação recolhida pelo seu radar, as suas múltiplas câmaras de visão 360º e os seus sistemas de sensores.

Parece ficção, mas cada dia se avança mais um passo para converter estes progressos em realidade.

Mais de Transformação digital

Também lhe pode interessar...

Error: Generic Text label 'Back to top' not set for language 'pt-PT' (Site: 'MAIN-PT').